Quem é İlhan Usmanbaş?

Quem é ilhan usmanbas
Quem é ilhan usmanbas

İlhan Usmanbaş, (Data de nascimento, 23 de outubro de 1921, Ayvalık İstanbul). Ele é um compositor turco de música eletrônica e clássica e professor de música.

vida 



Começou a tocar violoncelo sozinho aos 1941 anos e fez os seus estudos musicais com Sezai Asal durante a sua vida de estudante no Galatasaray High School. Quando concluiu o ensino médio em 1942, iniciou seus estudos na Faculdade de Letras de Istambul e no Conservatório Municipal. A harmonia de Cemal Reşit Rey e as aulas de violoncelo de Sezai Asal e, em 1948, ele se transferiu para o Departamento de Composição do Conservatório Estadual de Ancara, harmonia, contraponto e composição com Hasan Ferid Alnar, composição com Ahmet Adnan Saygun, David Zirkin 'le violoncelo e piano com Ulvi Cemal Erkin. Em XNUMX, ele se formou no Conservatório Estadual de Ankara. No mesmo ano, ele se casou com a soprano Atıfet Usmanbaş.

A primeira obra orquestral que escreveu ainda estudante foi "Little Night Music" (1946), inspirada em Mozart. No mesmo ano, vemos Usmanbaş em novas pesquisas: ele começou a assistir os escritos e livros de Sartre e Leibowitz em francês, descobriu a ópera "Wozzeck" de Alban Berg na biblioteca e começou a examinar e interpretar as obras de outros compositores contemporâneos juntos com Bülent Arel. Foi nesses anos que a amizade começou com Ertuğrul Oğuz Fırat, um jovem compositor que não era estudante no conservatório.

Ele foi para a América em 1952 por meio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e se juntou aos fundadores da Associação Helikon em Ancara no mesmo ano. Em 1956, ele ensinou história da música no Conservatório Estadual de Ankara. Em 1957-58, ele foi para a América com a bolsa Rockefeller e encontrou a oportunidade de conhecer muitos compositores.

A partir de 1960, o compositor começou a se afastar da "escrita serial" e se voltou para novas técnicas. Sua aventura de composição geralmente seguia uma linha como esta:

  • Até 1948, influências de Hindemith, Bartok, Stravinsky, Rey.
  • Entre 1950 e 60, técnicas seriais e suas aplicações originais.
  • Pesquisa original pós-serial de 1960 até o presente; aleotórico (aleatório), polifonia livre, colagem, aplicações mínimas, monorítmico, valores ópticos-gráficos livres, micromodalidade.

Usmanbas, em paralelo professor de composição por muitos anos que continuou na Turquia, publicou livros e traduções, conferências e artigos escritos. Entre os principais estão:

  • Gêneros e Formas na Música (tradução de André Hodeir),
  • Uma breve história da música mundial (tradução de Curt Sachs) e
  • Gêneros na música

contável.

A coleção de música das obras de İlhan Usmanbaş está sob a certificação da Sevda-Cenap And Music Foundation.

Suas obras 

1) "Six Preludes" para piano, Ankara 1945; Títulos: Toccato, Siciliano, allo conanina, duo lyriche, V, Alla Francese; Edição: Theodore Presser, Bryn Mawr, EUA

2) "Little Night Music" para orquestra de cordas, Ancara, 1946; Títulos: Allegro, Adagio, Menuetto, Finale; Edição: Conservatório Estadual de Ancara, Nº: 16.

3) "Sonata" para violino e piano, Ankara, 1946. Títulos: Allegro, Adagio, Allegro. Edição: Conservatório Estadual de Ankara, No: 31.

4) “Strings Quartet - 47”, Ancara, 1947. Em Memória de Bartok: 2/4 = 88, 1/4 = 52, 3/8 = 96, tema e variações: Prêmio Fromm. Edição: Boosey / Hawkes, Nova York.

5) "Concerto para violino", Ancara 1947. Para İlhan Özsoy. Títulos: Allegro, Allegro molto. Violino - Adaptação para piano: Usmanbaş. Impressão: Conservatório Estadual de Ancara.

6) “Symphony No: 1”, Ancara 1948. (Revisado: 1978). Títulos: Preludio, Allegro, Postludio, festas na Fundação Andina. Gravação da banda: 1986.

7) "Kentet" para clarinete e quarteto de cordas. Ankara 1949. Títulos: Allegro, adagio, allegro. Edição: Conservatório Estadual de Ancara, Nº: 20.

8) "Sonata", para trompete e piano (no estilo Haendel), Ankara, 1949. Títulos: Allegro, Largo, Allegro. Reprodução da caligrafia do compositor.

9) "Sonata" para oboé e piano. Ancara, 1949. Para Ali Kemal Kaya. Títulos: Invention, Chaconne, Toccata. Reprodução da caligrafia do compositor.

10) "Narrador", orquestra de cordas, quarteto de cordas, música para piano e tímpanos, Ancara, 1950. (não concluído)

11) “Sinfonia No: 2” para cordas, Ancara, 1950. Títulos: Allegro, adagio, allegro. Reprodução da caligrafia do compositor.

12) “Music for cello and piano No: 1”, Ankara 1951. Single section. Reprodução da caligrafia do compositor.

13) "Music for Cello and Piano No: 2", Ankara 1951. Ankara State Conservatory Publications.

14) "Poesia Morgue" para narrador, coro e grande orquestra. Ankara 1952. Poesia: Ertuğrul Oğuz Fırat. (não completo).

15) "Três poemas musicais" para soprano e piano. Ankara-Tanglewood, 1952. Apresentação: Luigi Dallapiccola. Edição: Suvini Zerboni, Milano, 5306. (Prêmio Koussewitzky).

16) “3 fotos de Salvador Dali”, para 22 instrumentos de corda, Ankara 1952 - 1955. Títulos: “Las Tentationes de san Antonio”, “El Sentuaro”, “Angel Explotando Annonicamente. Reprodução da caligrafia do compositor.

17) "Cinco Estudos" para violino e piano. Ancara 1952 - 1955. Gravação de rádio; Reprodução de caligrafia.

18) "Trial for Yaylılar Orchestra", Ancara, 1953.

19) “Oğuzata”, música de palco, Ancara, 1955. Obra de Selahattin Batu.

20) “Four Japanese Estamp” para coro e orquestra de mulheres, Ankara, 1956. (Pontuação faltando).

21) "Caneta preta" para trilha sonora, sopro e percussão. Istambul, 1956.

22) “Três peças para clarinete e violoncelo”, Ancara, 1956.

23) "Three Sonata" para clarinete e piano, 1056. Edição: Conservatório Estadual de Ankara No: 22.

24) "Blue Bird", música de teatro, Ancara, 1956.

25) “Three Chapters”, para dois pianos, Ankara, 1957. Edição: Ankara State Conservatory.

26) “Poetry Music”, New York, 1958. Para o meio-soprano e cinco instrumentos. (Prêmio Koussewitzky), Imprensa: Conservatório Estadual de Ankara.

27) "Iki Madrigals" para coro misto, Ankara, 1959.

28) “Un coup de dés”, para o grande coro e orquestra sobre vozes e consoantes derivadas das sílabas do poema de Stéphan Mallarmé com este título, Ancara, 1959.

29) “Repos d'été”, para quartetos de cordas e soprano no poema de Eluard, Ankara, 1960.

30) “Sekizli”, Ancara, 1960.

31) “Two Pieces” para violino e violoncelo, Ayvalık, 1960.

32) For Viola and Piano, Ancara, 1961.

33) “Shadows”, duas partes para a grande orquestra, Ankara, 1962.

34) “Immortal Sea Stones”, para piano, Ankara, 1965; É dedicado a Kamuran Gündemir; Impressão: Conservatório Estadual de Ancara.

35) "Investigação", um episódio para piano. Ancara, 1965. Edição: Conservatório Estadual de Ancara.

36) "Triângulo Azul", uma seção para oboé, Ancara; 1965. Edição: Conservatório Estadual de Ancara.

37) “… que eles estão só…”, seção única para violino solo, Ankara, 1965-68; Dedicado a Suna Kan; Gravação de rádio: 1968.

38) “Jumping into the Void”, Seção única para violino solo e flauta, trompa inglesa, contrabaixo e piano, Ankara, 1965-66; Primeiro Prêmio do Concurso de Composição Wieniawsky, Ponzan, Polônia; Edição: Polomya State Music Streams como uma adaptação de violino e piano.

39) “Seção” para a grande orquestra, Ancara, 1965-66; "Em Nome da Guerra da Independência"; Ordem TRT; gravação de rádio: Orquestra Sinfônica Presidencial conduzida por GE Lessing.

40) “12 Small Pieces”, coletâneas de peças de teatro infantil, para 3 flautas, 2 oboés, violino e percussão, Ankara 1967; Impressão: Conservatório Estadual de Ancara.

41) "Shattered Sinfonietta" para orquestra composta por vários instrumentos. Ancara, 1967-68; Ertuğrul Oğuz para Fırat; primeira narração: Utrecht, Holanda, 1980; Ordem TRT; Divisórias e partes são certificadas TRT.

42) “Raslamsals I, II, III, para trompete, piano, violino e contrabaixo, Ankara, 1967; Executada pela primeira vez com a coreografia de Şebnem Aksan: Istanbul, 1977.

43) “Raslams IV, V, VI, para vibrafone, saxofone alto, contrabaixo e percussão, Ankara 1968, primeira apresentação: Ankara, 1993, Moscow New Music Ensemble.

44) “Raslamsal, Vc-Pf I, II”, para violoncelo e piano, Ankara, 1968; Primeira dublagem Ancara, 1993, Membros do Moscow New Music Ensemble.

45) “Format / You (I, II, III)”, para piano, Ankara 1968: primeira vocalização, Ankara, 1971, Kamuran Gündemir.

46) “Kaynak”, forma aberta para piano solo, oito violoncelo, quatro contrabaixo, Ankara, 1968.

47) "Music for ballet", para orquestra composta por vários instrumentos, Ankara, 1968; Prêmio Concurso de Música de Ballet de Genebra (1969); Sua primeira encenação; Genebra, 1971; Senogrofia: Jean-Marie Sosso; primeira apresentação na Turquia: Ankara State Opera and Ballet, 1974; Coreógrafo: Duygu Aykal.

48) “Liberdades”, para coro, percussionistas e diretor, Ankara 1970.

49) “Şenlikname”, para cinco solos, coro feminino, harpa, percussão tipo címbalo e percussão tipo bateria, no poema de İlhan Berk de mesmo nome; Dedicado a Necil Kazım Akses, Ancara, 1970.

50) “A Lookless Cat Kara”, para voz e piano, Ankara, 1970; No poema de mesmo nome de Ece Ayhan; primeira narração; Istambul, 1977, Mesut İktu e Metin Öğüt; Impressão: Conservatório Estadual de Ancara.

51) “Kareler”, para vozes, alto-falantes, coro e conjunto de instrumentos, Ankara, 1970; No maço de poemas de mesmo nome de Behçet Necatigil.

52) “Yaylı Dördül '70”, Ancara, 1970. Para Faruk Güvenç; primeira narração: Yücelen quartet, Ankara, 1973.

53) “4 peças fáceis de 12 tons”, para piano, Ankara, 1970; Para Ulvi Cemal Erkin; primeira dublagem: Kamuran Gündemir, Ankara, 1973.

54) “Address to the Youth”, para a orquestra e dois oradores no “Address to the Youth” de Atatürk, Ancara, 1973. primeira apresentação: Orquestra Sinfônica Presidencial sob a direção de Hikmet Şimşek, 1974; Ordem do Ministério da Cultura.

55) “Devr-i Kebir”, para sexteto de percussão, Ankara, 1974; Primeira apresentação: Festival de Istambul, Fink Percussion Six, 1975; Edição: Edição Simrock, Hamburgo. Use como balé: Japão, 1993, Coreografia: Dilek Evgin.

56) “FI-75” para flauta solo, İstanbul'1975; primeira dublagem: Mükerrem Berk, 1975.

57) "Bass Clarinet X Bass Clarinet", tape-tape baslarnet, Istanbul, 1976; Para Harry Sparnaay; primeira narração: H. Sparnaay, Holanda, 1979.

58) “… para onde vão as nuvens?” Para música de balé, quatro instrumentos de batida e dois oboés, Ayvalık-Ankara, 1977; primeira apresentação: Ankara State Opera and Ballet, coreógrafo: Duygu Aykal; Partição: Na Ópera e Balé Estadual de Ankara.

59) “Saxophone Quartet”, Istambul, 1977-78; Para Het Rinjmond Saxophone Kwartet; primeira apresentação: Evanston, EUA, 1980. Primeira apresentação na Turquia: Istanbul Saxophone Quartet Festival Rinjmond; Divida o TRT Music Office.

60) “Sinfonia No: 3”, para a grande orquestra, 7 partes, Istambul, 1979; primeira apresentação: (5 primeiros episódios) Orquestra Sinfônica Presidencial conduzida por Gürer Aykal, Ancara, 1980. Pedido TRT, pontuação no TRT Music Office; dublagem internacional: Orquestra da Rádio Dinamarquesa dirigida por Arturo Tamaya Apresentação: Atıfet Usmanbaş.

61) “Monoritmica” para quarteto de clarinete, Istambul, 1980; Para Adnan Saygun; Para o clarinete Het Nederlands Kwartet; primeira apresentação: Het Nederlands Clarinet Quartet, Utrecht, 1981.

62) "Paz em casa, paz no mundo", música de balé para a grande orquestra, Istambul, 1981; Primeira apresentação: Membros da Orquestra Sinfônica Presidencial sob a direção do compositor Ankara Radio Studio, 1982.

63) “Saxmarim” para saxofone e marimaphone, Istambul, 1982-85; Para Duo Contemporaine; primeira dublagem: Duo Contemporaiene, Istambul, 1987.

64) “Partita (alcoarci)” para cravo, Istambul, 1983-85; títulos: Allemande, Corrente, Aria, Ciacona; Para o ano de Bach; primeira dublagem: Leyla Pınar, Istambul, 1991.

65) “Gilgamesh”, para música de palco, coro e percussões na peça de Orhan Asena, Istambul, 1983. realizada pela primeira vez em Istambul, 1983, diretor: Raik Alnıaçık.

66) “Concert Aria” para orquestra de harpa e cordas, Istambul, 1983; Ordem da Fundação İnönü, em memória de İnönü, por Sevin Berk; primeira apresentação: 1985, Sevin Berk e TRT Chamber Orchestra; os partidos são certificados pela Fundação Andina.

67) “Partita per Violino Solo”, para violino solo, Istambul 1984-85; títulos: Allemande, Corrente, Aria, Giga; Para o ano de Bach.

68) “Partita per Violoncello Solo”, para violoncelo solo, Istambul, 1985; Títulos: Allemande, Corrente, Aria, Ciacona.

69) “Viva la Musica”, três trompetes, duas partes para percussão e cordas, Ayvalık-İstanbul, 1986. primeira apresentação: 3. Concerto Viva, Bayerischer Raundfunk. Dirigido por: Hikmet Şimşek, Münich, 1987.

70) “Lines”, música gráfica para piano, guitarra, percussão, Istambul, 1086; primeira dublagem: Grup AMM, Istambul, 1986.

71) “Perpentuum Immobile-Perpetuum Mobile”, duas partes para sopro sinfônico e percussão, Istambul, 1988; Betin para Güneş; primeira dublagem: Cologne, 1992.

72) “Partita” para viola solo, Istambul, 1989; Arranjo de partita para violoncelo solo.

73) “Piano Solo para 12 instrumentos”, Istambul, 1990 - 1992.

74) “Trio di tre soli”, uma seção para violino, Ayvalık, 1990.

75) "Tropic", uma parte para violino, viola e violoncelo. Ayvalık, 1991; primeira dublagem: Ankara New Music Festival, Moscow New Music Ensemble, 1993.

76) “Lines and Points”, para harpa, Istanbul, 1992; Primeira dublagem para İpek Mine Tongur: Istambul, 1992.

77) “Music for Wind and Strings”, Istambul, 1994.

78) "Music for Piano" para Cengiz Tanç. Istambul, 1994.

79) "Strings Quartet", Istambul, 1994.

80) “Música para Violoncelo” em memória de Lutoslavski. Istambul, 1994

81) “Music for Clarinet and Piano”, Istambul, 1994.

82) “Music for Violin and Piano”, Istambul, 1994.

83) “Music for Altosaxophone and Marimba”, Istambul, 1995.

84) “Trio” para piano, violino e violoncelo, Istambul, 1995.

85) “Música para a Grande Orquestra”, em memória de Uğur Mumcu, 1996.

86) “Music for String Dördül”, 1996.

87) “Music for Cello”, 1997.

88) “Music for Two Cello”, 1997.

Sua música para jogos infantis 

1) “Keloğlan”, Ankara State Theatre, 1949.

2) "Crying Boy with a Smiling Girl", peça de rádio, 1955.

3) "Blue Bird", Ankara State Theatre, 1956.

4) “Pollyanna”, Ankara State Theatre, 1956.

5) "Stork Sultan", Ankara State Theatre, 1959.

6) "Mad Dana", peça de rádio, 1965.

7) "Power of Goodness", peça de rádio, 1965.

8) "A Bela Adormecida", peça de rádio, 1966.

9) "Pied Piper of Fareli Village", peça de rádio, 1966.

10) "Thief", peça de rádio, 1966.

11) "Take Your Rose, Give Your Rose", peça de rádio, 1967.

12) Quatro peças infantis.

Armin

Feira da Indústria Ferroviária 2020

sohbet

Seja o primeiro a comentar

Yorumlar